alerta tempestade leslie, , , , "/>
últimas

Alerta para tempestade Leslie no dia seguinte

Publicado por Mtv24 Redação em 14 de Outubro de 2018 | 19:34

Lisboa: Clientes da EMEL recebem mensagem a alertar para tempestade Leslie só no dia seguinte. O alerta chegou, assim, com um dia de atraso

Estragos da tempestade Leslie

Siga-nos através do Facebook




Vários clientes receberam este domingo, 14 de outubro, uma mensagem da EMEL a alertar para a passagem da tempestade Leslie, que abalou o país na noite de sábado e madrugada de hoje. O alerta chegou, assim, com um dia de atraso.

Clientes da EMEL receberam este domingo, 14 de outubro, um alerta para a passagem da tempestade Leslie, com as recomendações da Proteção Civil. Apesar de útil, o alerta chegou aos telemóveis dos lisboetas com várias horas de atraso.

“Aviso Proteção Civil Lisboa: Face à passagem do furacão Leslie e recente avaliação do fenómeno atmosférico estão previstos vento e chuva fortes, afectando a cidade de Lisboa. É importante que se mantenha em casa após 18h. Os estabelecimentos na frente ribeirinha foram informados para encerrar atividades às 16:30, por questão de segurança. Solicitamos que garanta adequada fixação de estruturas, nomeadamente cadeiras, mesas e placards.

Toda a zona ribeirinha requer cuidado especial, não devendo haver aí circulação nem permanência. Deve estar atento às informações da meteorologia, indicações da Proteção Civil, Forças de Segurança e às comunicações que as autoridades vão fazendo com actualização da situação. Para qualquer informação ou pedido de socorro devem contactar o Número de emergência: 112. Esperamos contar com a sua melhor colaboração.”

Questionada sobre o envio desta mensagem (sms), a Proteção Civil, pela voz do Comandante Nacional Duarte da Costa, recusou qualquer responsabilidade. Segundo o responsável, a Autoridade Nacional de Proteção Civil ponderou o envio de sms, mas optou por não enviar porque não existe um protocolo criado para estas situações (o único protocolo existente é para situações de fogos rurais) e porque a rota do furacão Leslie, que depois se converteu em tempestade, era incerta. Em alternativa, a Proteção Civil optou por uma presença constante juntos dos órgãos de comunicação social, acrescentou.

Alerta tempestade Leslie

Esta foi a mensagem que chegou hoje de manhã aos telemóveis de alguns clientes da EMEL — tendo o SAPO24 conseguido confirmar pelo menos três casos. Houve ainda quem tivesse recebido de madrugada, mas já depois da passagem da tempestade pela capital, por volta das 03h00 — o SAPO24 confirmou pelo menos dois casos. Todavia, há também registo de pessoas que receberam as mensagens ontem, pelas 19h00, antes da passagem da tempestade — pelo menos um caso confirmado.

Estes casos mostram que a distribuição do aviso foi faseada, chegando a vários clientes fora de tempo útil. Considerando o teor da mensagem, tudo indica que esta deveria ter sido recebida ontem, sábado, quando o país se preparava para enfrentar a fúria do Leslie.

A passagem da tempestade Leslie este sábado e durante a madrugada de domingo provocou ocorrências maioritariamente em Coimbra, Leiria, Aveiro, Viseu, Lisboa e Porto, por esta ordem quanto ao número de incidências.

No total registaram-se 1.890 ocorrências — 1.218 quedas de árvores, 53 movimentos de massas, 98 inundações, 441 quedas de estruturas e 75 limpezas de vias.

A Autoridade Nacional de Proteção Civil registou ainda 27 feridos ligeiros, três pessoas assistidas no local, 61 desalojados “devido a casas destelhadas ou quedas de árvores sobre habitações” e que conseguiram, maioritariamente, encontrar alojamento junto de familiares, não havendo “situações críticas” nesta matéria.

324.400 pessoas foram afetadas por cortes de energia, sendo o número de afetados mais reduzido neste momento, com o trabalho de reposição gradual realizado ao longo da noite.


Deixe o seu comentário

Leia também

Notícias relacionadas
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE