Angola expulsa cidadão estrangeiros

Publicado por Horta e Costa em 28 de Janeiro de 2019 | 15:15

Na última semana, Angola expulsou 2.500 cidadãos estrangeiros por decisão judicial e administrativa e detiveram 530 pessoas

Angola

As autoridades angolanas expulsaram do país, na última semana, 2.500 cidadãos estrangeiros por “decisão judicial e administrativa” e detiveram 530 pessoas por “permanência e auxílio à imigração ilegal”, anunciou hoje o Serviço de Migração e Estrangeiros (SME).

Segundo relatório semanal de ocorrências do SME referente ao período de 16 a 23 de janeiro, enviado hoje à Lusa, foram igualmente notificados e “convidados a abandonar” o país três cidadãos estrangeiros por “permanência ilegal”.

O relatório adianta que durante a última semana foram “recusados” a entrar no país e “consequentemente reembarcados” sete cidadãos de diversas nacionalidades, a maioria por “falsificação” e uso de visto ordinário “falso”.

As autoridades angolanas dão conta também que foram impedidos de sair de Angola 46 cidadãos nacionais, dos quais 29 por falta de meios de subsistência, sete por falta de autorização de saída dos progenitores e os restantes por diversas razões.

Quanto ao movimento migratório, o SME registou a entrada de 26.567 cidadãos de diversas nacionalidades, dos quais 15.577 nacionais e os restantes estrangeiros e a saída de 35.101 pessoas, incluindo 15.406 nacionais.

O Serviço de Migração e Estrangeiros de Angola aplicou ainda 71 multas a cidadãos de diversas nacionalidades e a três empresas.

Deixe o seu comentário

Siga-nos através das redes sociais

últimas
Leia também
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE