bolsonaro presidente brasil, , , , "/>
últimas

Bolsonaro quer Sérgio Moro para ministro da Justiça

Publicado por Vítor Santos em 30 de Outubro de 2018 | 14:32

Jair Bolsonaro quer juiz Sérgio Moro, célebre na “Operação Lava Jato” para ministro da Justiça

Juiz Sérgio Moro

Siga-nos através do Facebook

O Presidente eleito do Brasil, Jair Bolsonaro, revelou na segunda-feira, na sua primeira entrevista após a eleição, que pretende convidar o juiz Sérgio Moro, da Operação Lava Jato, para ser ministro da Justiça ou para o Supremo Tribunal Federal(STF).

Bolsonaro, em entrevista ao canal televisivo Record, informou que em breve vai conversar com o magistrado federal, que mora em Curitiba, no estado do Paraná, mas não adiantou quando será o encontro.

O recém-eleito Presidente destacou ainda que o seu governo terá uma “conversa harmoniosa” com o sistema Judiciário, tendo afirmado que já conversou com o atual presidente do STF, Dias Toffoli, e que terão um novo encontro, segundo a Agência Brasil.

Um dos processos da Operação Lava Jato, conduzida pelo juiz Sérgio Moro, levou à condenação a pena de prisão do ex-Presidente Lula da Silva (PT) e ao seu afastamento da corrida presidencial deste ano.

Bolsonaro afirmou também que irá visitar o presidente Michel Temer para agradecer as felicitações que recebeu: “Será a primeira pessoa que irei procurar”, disse.

De acordo com o político da extrema-direita, os dois meses finais do governo Temer serão da “mais perfeita harmonia”.

Nos próximos dias, Jair Bolsonaro deverá confirmar o nome do astronauta e major da reserva Marcos Pontes para o Ministério da Ciência e Tecnologia, adiantou o próprio em entrevista.

Até ao momento já foram confirmados os nomes do deputado federal Onyx Lorenzoni para ocupar o ministério da Casa Civil, o general da reserva Augusto Heleno para a Defesa e o economista Paulo Guedes para a pasta da Economia.

O candidato do Partido Social Liberal (PSL, extrema-direita) Jair Messias Bolsonaro, 63 anos, capitão do Exército reformado, foi eleito no domingo, na segunda volta das eleições presidenciais, o 38.º Presidente da República Federativa do Brasil, com 55,1% dos votos.

De acordo com os dados do Supremo Tribunal Eleitoral, Fernando Haddad, candidato do Partido dos Trabalhadores (PT, esquerda), conquistou 44,9% dos votos, com o escrutínio provisório (99,99% das urnas apuradas) a apontar para 21% de abstenção do total de eleitores inscritos (mais de 147,3 milhões).


Deixe o seu comentário

Leia também

Notícias relacionadas