Cabrita atribuiu louvor a motoristas

Cabrita atribuiu louvor ao pessoal do apoio técnico-administrativo, do apoio auxiliar e aos motoristas do Gabinete

Eduardo Cabrita
Autor: Horta e Costa | 21 de Dezembro de 2021

Antes de cessar funções como ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita atribuiu louvor a vários trabalhadores do seu Gabinete, nomeadamente aos motoristas.

“No momento em que cesso funções como Ministro da Administração Interna, expresso público louvor ao pessoal do apoio técnico-administrativo, do apoio auxiliar e aos motoristas do meu Gabinete, pela disponibilidade, dedicação e sentido de responsabilidade que demonstraram no exercício das respetivas funções, contribuindo para o pleno funcionamento do Gabinete e, deste modo, da área governativa da administração interna, lê-se no louvor número 660/2021, publicado em Diário da República esta terça-feira e datado de 4 de dezembro.

Sublinhe-se que um dia depois de se demitir, o ex-ministro da Administração Interna assinou também um despacho que louva a atuação do SEF, atribuindo-lhe uma medalha de ouro.

Antes de abandonar o cargo, Cabrita já tinha atribuído louvores também a elementos da PSP e GNR.

Recorde-se que Eduardo Cabrita se demitiu no início de dezembro, depois de ser conhecido que o motorista que conduzia o carro onde seguia e que atropelou mortalmente um trabalhador na A6, foi acusado pelo Ministério Público de homicídio por negligência. Na altura, Cabrita defendeu-se dizendo que era apenas “um passageiro”.

Leia também