Confrontos entre adeptos do Benfica e Dínamo Kiev

PSP suspeita de encontro combinado entre adeptos do Benfica e do Dínamo Kiev. Segundo as autoridades, os 54 detidos são adeptos do Dínamo Kiev

Estádio da Luz
Autor: Horta e Costa | 9 de Dezembro de 2021

Os 54 detidos nos confrontos antes do jogo da Liga dos Campeões de futebol entre o Benfica e os ucranianos do Dínamo Kiev, na quarta-feira, vão ser hoje presentes a tribunal, com a PSP a suspeitar de “encontro combinado”.

O Comando Metropolitano de Lisboa da Polícia de Segurança Pública (PSP) explica, em comunicado, que os detidos vão ser na manhã de hoje presentes às autoridades judiciárias competentes, no Campus da Justiça.

Segundo as autoridades, os 54 detidos são “alegados adeptos” do Dínamo Kiev, tendo sido também identificados “adeptos do clube visitado” e estando ainda a ser efetuadas diligências para identificar outros intervenientes.

“Do que foi verificado, houve comportamentos que indiciam que o encontro entre os diferentes grupos tenha sido previamente combinado. Dos detidos, 13 apresentaram ferimentos que careceram de tratamento médico, tendo havido ainda um polícia ferido sem gravidade”, acrescenta a PSP.

Na quarta-feira, antes do jogo entre o Benfica e o Dínamo Kiev, a PSP deteve 54 pessoas por serem suspeitas do crime de participação em rixa entre adeptos das duas equipas nas imediações do Estádio da Luz, que obrigou à intervenção policial.

“No momento da intervenção, os polícias foram alvo de arremesso de várias pedras, garrafas e tochas, sendo necessário recorrer aos meios coercivos para cessar com os confrontos. Face ao escalar dos confrontos entre os adeptos e consecutiva confrontação para com a atuação policial, a fim de se preservar a integridade física dos polícias e de terceiros, foi necessário efetuar 17 disparos de arma de fogo para o ar e prosseguir com a ação de detenção dos intervenientes”, explica o documento.

O Benfica garantiu o apuramento para os oitavos de final da Liga dos Campeões em futebol, depois de vencer o Dínamo Kiev, por 2-0, na sexta jornada do grupo E.

Leia também