Diogo Piçarra desiste do Festival da Canção

Diogo Piçarra desiste do Festival da Canção depois de acusações de plágio. O cantor fez o anúncio nas redes sociais. Aline Frazão volta à corrida Nas redes sociais, o artista português anunciou a decisão de “terminar a [sua] participação no Festival da Canção.” “A toda esta família, informo que decidi terminar a minha participação no […]

Autor: Adília Vieira | 27 de Fevereiro de 2018

Diogo Piçarra desiste do Festival da Canção depois de acusações de plágio. O cantor fez o anúncio nas redes sociais. Aline Frazão volta à corrida


Nas redes sociais, o artista português anunciou a decisão de “terminar a [sua] participação no Festival da Canção.”

“A toda esta família, informo que decidi terminar a minha participação no Festival da Canção.

Não existem palavras para agradecer todo o apoio e carinho que tenho recebido nas últimas 24 horas de colegas de profissão, amigos, família e fãs.

A minha posição mantém-se em relação à minha música, a consciência tranquila e cabeça erguida. Mas não pretendo alimentar mais esta nuvem. Tudo isto que se criou em torno da minha participação, já não é Música.

Não quero deixar de dizer o orgulho que poderia ser representar o meu país num concurso como a Eurovisão, mas já não faz sentido nenhum sequer tentar ganhar essa oportunidade.

A minha carreira e vida não dependem disto, só depende de vocês e nesse sentido sei que estarei PARA SEMPRE bem acompanhado.

A todos os concorrentes espero que saia do Festival da Canção o próximo vencedor da Eurovisão 2018, e estarei aqui, como todos os portugueses, a aplaudir de pé.

Obrigado por tudo”, escreveu Diogo Piçarra.

O anúncio surge depois de acusações de semelhanças entre a canção com que Piçarra concorreu ao concurso da RTP e obras anteriores. A estação pública, responsável pelo Festival da Canção, já confirmou a desistência de Piçarra.

Para a final do festival, além de “Canção do Fim” estavam também apuradas “O Jardim” (composta por Isaura e interpretada por Cláudia Pascoal), “Bandeira Azul” (Tito Paris/Maria Inês Paris), “Patati Patata” (Paulo Flores/Minnie & Rhayra), “O Voo das Cegonhas” (Armando Teixeira/Lili), “Amor Veloz” (Francisco Rebelo/David Pessoa) e “Sunset” (Peter Serrado).

A final do Festival da Canção decorrerá no domingo em Guimarães.

Nela vão ainda competir as canções selecionadas na primeira semifinal: “Só por Ela” (composta por Diogo Clemente e interpretada por Peu Madureira), “(sem título)” (Janeiro), “Para sorrir eu não preciso de nada” (Júlio Resende/Catarina Miranda), “Pra te dar abrigo” (Fernando Tordo/Anabela), “Anda estragar-me os planos” (Francisca Cortesão/Joana Barra Vaz), “Zero a zero” (Benjamim/Joana Espadinha) e “Sem medo” (Jorge Palma/Rui David).

O vencedor do Festival da Canção irá participar em maio no Festival da Eurovisão da Canção, que este ano se realiza em Lisboa.

Em 2017, Salvador Sobral venceu o Festival da Eurovisão da Canção com o tema “Amar pelos dois”.

Leia também