Doentes oncológicos e cardíacos abandonados à sua sorte

Publicado por Vítor Santos em 13 de Abril de 2020 | 22:34

Se antes do “Covid-19” a resposta do SNS era deficitário, atualmente é um caus absoluto. Doentes oncológicos e cardíacos abandonados à sua sorte

O “Covid-19” mata, mas o caus instalado no SNS (Serviço Nacional de Saúde), está a matar muito mais. Se antes do aparecimento da epidemia a resposta do SNS era deficitário, atualmente é um caus absoluto. Doentes oncológicos e cardíacos estão abandonados à sua sorte.

Consultas adiadas, tratamentos interrompidos, intervenções cirúrgicas desmarcadas e sem que seja dado aos doentes oncológicos, cardíacos e renais quaisquer perspetivas de quando podem retomar os seus tratamentos.

Chega-se ao cúmulo de ficarem sem medicação, não obstante a sua insistência para a obtenção de fármacos.

Sei do que falo (escrevo) e, garanto-vos: os doentes oncológicos, cardíacos e renais, preferiam, mil vezes, estarem infetados com o “Covid-19”.

Opinião: Vítor Santos

Deixe o seu comentário

Siga-nos através das redes sociais

últimas
Notícias Relacionadas
Leia também