Eleições: Rui embala no Chiado - MTV24

Eleições: Rui embala no Chiado

Rio desce Chiado ao som de gritos de “vitória” de centenas de apoiantes e figuras notáveis do partido, como a antiga líder Manuela Ferreira Leite

O presidente do PSD desceu hoje o Chiado, em Lisboa, com algumas centenas de apoiantes e figuras notáveis do partido, como a antiga líder Manuela Ferreira Leite, que foram gritando “vitória, vitória” até ao Largo do Carmo.

A iniciativa começou pelas 18:30 e durou cerca de meia hora. Antes, houve música de tambores e bombos para animar aqueles que aguardavam a chegada de Rui Rio, mas esta cessou quando a comitiva começou a avançar pela Rua Garrett.

A caravana seguiu depois pela Rua do Carmo e pela Rua 1.º de Dezembro e subiu até ao Largo do Carmo.

Ao líder do PSD juntaram-se a antiga presidente do partido Manuela Ferreira Leite, a ex-presidente da Assembleia da República, Assunção Esteves, o líder do grupo parlamentar, Fernando Negrão, a deputada Teresa Leal Coelho, os deputados e candidatos Luís Marques Guedes e Duarte Pacheco, e a cabeça de lista por Lisboa, Filipa Roseta.

A eles juntaram-se também os vice-presidentes do PSD Salvador Malheiro e Elina Fraga, o secretário-geral, José Silvano, o presidente da distrital de Lisboa, Pedro Pinto.

Bruno Vitorino, presidente da distrital de Setúbal e crítico da atual direção, também desceu o Chiado com o líder do PSD.

Na quinta-feira, Rio anunciou que esta arruada seria feita sem barulho na sequência da morte do antigo ministro e fundador do CDS-PP, Diogo Freitas do Amaral.

Apesar disso, o percurso foi animado pelos cânticos da Juventude Social Democrata, a que se juntaram as vozes dos apoiantes que marcaram presença na tradicional iniciativa na capital.

Neste que foi o último dia de campanha eleitoral antes das eleições legislativas de domingo, também foram ouvidas palavras de ordem como “vitória, vitória”, “Rui, amigo, o povo está contigo” ou “Rui vai em frente, tens aqui a tua gente”.

“Quero ver, quero ver, a vitória dia 06 eu quero ver”, cantaram também os sociais-democratas, muitos deles vestidos com camisolas cor de laranja e que balançavam no ar bandeiras do PSD e de Portugal.

À medida que caminhavam, o presidente do PSD e a cabeça de lista acenavam aqueles que estavam nas varandas, mas não houve praticamente oportunidade para contactar com populares, dado que foi criada uma bolsa de segurança.

Ainda assim, foram vários aqueles que tiraram fotografias enquanto a “comitiva laranja” passava.

À chegada ao Largo do Carmo, local onde terminou a arruada, o grupo cantou o hino nacional.

Deixe o seu comentário
Publicado por Vítor Santos em 4 de Outubro de 2019 | 21:32

Siga-nos através das redes sociais

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE