Eurovisão: Chipre irá vencer o festival

Chipre deverá sagrar-se vencedor da 63.ª edição do Festival Eurovisão da Canção, que decorre em Lisboa, a avaliar pela média de várias casas de apostas

Autor: Adília Vieira | 11 de Maio de 2018

Chipre deverá sagrar-se vencedor da 63.ª edição do Festival Eurovisão da Canção, que decorre em Lisboa, a avaliar pela média de várias casas de apostas, calculada pelo ‘site’ eurovisionworld.com, especializado no concurso.

Chipre, que concorre com a canção “Fuego”, interpretada por Eleni Foureira, ocupava hoje, pelas 17:30, o primeiro lugar na lista de preferências dos apostadores, no qual se mantém desde terça-feira, dia da primeira semifinal.

Até então, o primeiro lugar era ocupado por Israel, com Netta e “Toy”, agora no segundo lugar, que era o país favorito à vitória desde 11 de março.

Hoje, pelas 17:30, em terceiro lugar estava a Irlanda, que na terça-feira ocupava o 21.º lugar na lista de preferências dos apostadores. O país concorre com o tema “Together”, interpretado por Ryan O’Shaughnessy.

Portugal, que concorre com a canção “O Jardim”, interpretada por Cláudia Pascoal e composta por Isaura, ocupava hoje o 22.º lugar na lista de preferências dos apostadores.

A canção que representa Portugal no concurso, um ano depois de o país se ter sagrado vencedor pela primeira vez, com Salvador Sobral e “Amar pelos dois”, foi escolhida a 04 de março, na final do Festival da Canção. No dia 05, a música ocupava o 21.º lugar na lista de preferências dos apostadores, tendo a 22 de março atingido o 16.º lugar. Ao longo o mês de abril, “O Jardim” foi oscilando entre o 17.º e o 19.º lugar, tendo em maio baixado para o 22.º.

No entanto, quando no ‘site’ eurovisionworld.com é perguntado aos internautas quem irá vencer o festival, hoje pelas 17:30 Portugal surgia em terceiro lugar: até hoje 20% escolhem Israel, 11% o Chipre e 06% Portugal.

A 63.ª edição do concurso é disputada por 43 países, chegando apenas 26 à final, marcada para sábado na Altice Arena, no Parque das Nações.

Portugal, por ser o país anfitrião teve entrada direta para a final, não tendo de competir nas semifinais, que decorreram na terça e na quinta-feira, também na Altice Arena.

Além de Portugal, outros cinco países tiveram entrada direta na final, os chamados ‘Big 5’ – Alemanha, Reino Unido, França, Espanha e Itália -, os países que contribuem com mais verbas para a European Broadcasting Union (EBU, na sigla em inglês), que organiza o concurso.

Fica o videoclip

Leia também