causar cancro, , " />
últimas

Fritadeiras a ar podem causar cancro

Publicado por Adília Vieira em 3 de Julho de 2018 | 11:57

DECO alerta: fritadeiras a ar estão na moda mas podem causar cancro devido a cozinharem os alimentos a altas temperaturas

Fritadeira a ar

Siga-nos através do Facebook

Aerofritar é a nova tendência na cozinha e veio para ficar. As fritadeiras a ar têm a vantagem de usarem menos óleo do que as fritadeiras convencionais, “mas cozinham a altas temperaturas, o que não é o mais saudável” porque contribuem “para a formação de uma substância potencialmente cancerígena”, alerta a associação Defesa do Condumidor (DECO).

Há cada vez mais marcas e modelos à venda e os preços estão mais amigos das carteiras dos portugueses. Estes aparelhos replicam o efeito que se obtém com o óleo a borbulhar nas fritadeiras tradicionais, fazendo circular o ar e a gordura sobreaquecidos pelos alimentos.

“Mas, além de levarem mais tempo a fritar do que os modelos a óleo, consumindo mais energia, fritam a temperaturas elevadas, o que contribui para a formação de uma substância potencialmente cancerígena que surge de modo natural em alguns alimentos quando estes são cozinhados a altas temperaturas: a acrilamida”, alerta a DECO.

O que é a acrilamida?

A acrilamida forma-se de modo natural nos alimentos ricos em açúcares redutores (frutose e glucose) e num aminoácido, a asparagina, presente, por exemplo, nas batatas, quando sujeitos a temperaturas elevadas, como acontece nos fritos, grelhados e assados.

Por provocar cancro em animais e ser um risco para o Homem, foi classificada como potencialmente cancerígena pela Agência Internacional para a Pesquisa do Cancro. “No caso das batatas fritas, existem vários fatores que podem influenciar a formação de acrilamida, como a variedade, a temperatura a que são conservadas e até a forma como são descascadas”, frisa a associação Defesa do Consumidor.

Como minimizar a formação de acrilamida

A DECO aconselha a escolher batatas da seguinte forma:

Selecione variedades adequadas para fritura (com baixo teor de açucares redutores). Consulte os rótulos das batatas pré-embaladas.

Conserve-as corretamente. As batatas devem ser guardadas a uma temperatura acima dos 6ºC. Quanto mais baixa for a temperatura de armazenamento, maior a quantidade de açúcares redutores que se forma.

Evite que as batatas armazenadas germinem (que “grelem”), para isso guarde-as num local escuro: na despensa, por exemplo.

Descasque a batata corretamente: algumas tendem a apresentar maior concentração de açúcares redutores junto à casca.

A espessura dos palitos influencia a formação de acrilamida nas batatas fritas: palitos mais espessos contêm menores níveis desta substância do que palitos mais esguios.

Antes de fritar, e depois de cortadas, passe as batatas por água quente. Esta operação permite uma remoção significativa dos níveis de açúcares presentes nas batatas. Seque-as bem antes de as fritar, envolvendo-as num pano.


Deixe o seu comentário

Leia também

Notícias relacionadas