Luís Filipe Vieira renunciou ao mandato no Benfica

Autor: Horta e Costa | 15 de Julho de 2021

“A Direção do Sport Lisboa e Benfica informa que recebeu do Presidente da Mesa da Assembleia Geral a carta de renúncia ao mandato enviada por Luís Filipe Vieira”, escreve o clube.

A Direção, liderada por Rui Costa, adianta ainda que irá reunir amanhã para formalizar as alterações na estrutura do organismo, de acordo com os estatutos do clube.

Rui Costa e a sua direção apelam “à união de todos os Benfiquistas em torno dos objetivos comuns e na salvaguarda dos superiores interesses do Clube.”

A decisão surge um dia depois das águias darem um período de 30 dias ao empresário para deixar a direção ou para as medidas de coação que lhe estão aplicadas deixarem de estar em efeito, permitindo o exercício do cargo.

Luís Filipe Vieira, que suspendeu funções na presidência do Benfica na passada sexta-feira, foi um dos quatro detidos numa investigação que envolve negócios e financiamentos superiores a 100 milhões de euros, com prejuízos para o Estado, SAD do clube e Novo Banco.

Vieira, que está em prisão domiciliária até à prestação de uma caução de três milhões de euros, e proibido de sair do país, está indiciado por abuso de confiança, burla qualificada, falsificação de documentos, branqueamento de capitais, fraude fiscal e abuso de informação.

Segundo o Ministério Público, o empresário provocou prejuízos ao Novo Banco de, pelo menos, 45,6 milhões de euros, compensados pelo Fundo de Resolução.

No mesmo processo foram detidos, para primeiro interrogatório judicial, o seu filho Tiago Vieira, o agente de futebol e advogado Bruno Macedo e o empresário José António dos Santos, todos indiciados por burla, falsificação de documentos, branqueamento de capitais e fraude fiscal.

O antigo futebolista Rui Costa, vice-presidente na direção de Vieira, assumiu a liderança do clube e da SAD.

Deixe o seu comentário
últimas notícias
Leia também