Marcelo travestido em Teresa de Calcutá

Publicado por Vítor Santos em 1 de Junho de 2020 | 22:51

Ser presidente da República é muito mais que frequentar cultos religiosos e tirar selfies. Um Presidente da República tem de ter sentido de Estado

Ontem, domingo, o presidente da República Portuguesa foi à sinagoga e à missa. Hoje, andou a visitar as creches. Será que ninguém tem a coragem de dizer a este Energúmeno que ser presidente da República é muito mais que frequentar cultos religiosos, visitar criancinha, velhos e tirar selfies?

O país está num caus económico e social. Hoje foi notícia o record de dívida pública que já ultrapassa os 260 mil milhões de euros. E o “marcelo travestido” não diz nada.

Os portugueses sabem que nos últimos 5 anos, Portugal tem emitido (anualmente), o dobro da dívida pública que, por exemplo, uma França. E o “marcelo travestido” não diz nada.

Os portugueses sabem que o Governo comprou 36 drones há 2 anos por 5,8 milhões de euros e que nunca foram usados para detetar fogos, apesar de ter sido essa uma das justificações para quase 6 milhões de euros. E o “marcelo travestido” não diz nada.

Onde param os 508 ventiladores que o Governo comprou à China por mais de 9 milhões de euros, dos quais apenas damos conta de 65? O “marcelo travestido” não diz nada.

Mas a incompetência e falta de sentido de Estado deste travesti não é de agora! Recordam-se dos incêndios em Pedrógão? Do desvio de fundos que os portugueses doaram para ajudar as vítimas desta tragédia e que um presidente de câmara meteu no bolso e distribuiu, algum, pelos amigos? O “marcelo travestido” não disse nada.

 Recordam-se ainda da simulação de roubo das armas em Tancos, da maior carga fiscal que os portugueses jamais sentiram no seu bolso… o “marcelo travestido” não diz nada.

Estamos perante uma tragédia eminente. Um desastre financeiro de proporções e efeitos incalculáveis e temos um presidente da República travestido que se entretém a fazer strip na praça pública.

Eu tenho vergonha deste Estado de Coisas. E você?

Opinião: Vítor Santos

Deixe o seu comentário

Siga-nos através das redes sociais

últimas
Notícias Relacionadas
Leia também