Pânico na Academia do Sporting

Publicado por Vítor Santos em 15 de Maio de 2018 | 19:32

A Academia do Sporting em Alcochete foi invadida esta terça-feira à tarde por cerca de meia centena de adeptos de cara tapada, avança o jornal… [ ]

A Academia do Sporting em Alcochete foi invadida esta terça-feira à tarde por cerca de meia centena de adeptos de cara tapada, avança o jornal O JOGO na sua edição online. Jorge Jesus, Bas Dost e Misic foram agredidos.

De acordo com os relatos veiculadas pelo referido diário desportivo, a Academia do Sporting em Alcochete foi invadida por cerca de 50 adeptos de cara tapada a meio da tarde desta terça-feira, ameaçando os jornalistas presentes nas imediações das instalações.

Para além disso, os adeptos do Sporting obrigaram os repórteres de imagem a desligar as câmaras de filmar sob ameaça de violência física.

Já o jornal A Bola avança que os referidos adeptos encapuçados invadiram a Academia do Sporting a correr e que, ao que tudo indica, dirigiram-se ao campo onde Jorge Jesus estaria a dar a sessão de treinos agendada para as 16h00.

Segundo revela o jornal Record, um primeiro grupo de adeptos leoninos entrou nas instalações do Sporting e dirigiu-se para a zona dos relvados, mas acabaram por sair ao fim de 15 minutos sem a intervenção da polícia.

Recorde-se que no momento da ‘invasão’ à Academia do Sporting já todos os jogadores do plantel de Jorge Jesus se encontravam nas instalações para preparar o último jogo da época frente ao Desportivo das Aves para a final da Taça de Portugal.

No portal ‘Maisfutebol’ é também descrito que os adeptos invadiram as instalações do Sporting por volta as 17h00 e que chegaram ao local de carro, tendo deixado os veículos no exterior da Academia de Alcochete.

No referido portal pode ainda ler-se que a TVI garantiu que os alegados adeptos do Sporting ‘gritaram’ de imediato com os profissionais da comunicação social para que não filmassem a ‘invasão’, e que enquanto a maior parte do grupo dirigiu-se para a ala profissional do centro de estágios de Alcochete, dois adeptos ficaram à parte para se certicar que os jornalistas não filmavam o momento.

Bas Dost terá sido agredido na cabeça e nas pernas com um ferro e mais jogadores terão sido agredidos como Misic, Acuña e Battaglia. O treinador Jorge Jesus e os adjuntos Mário Monteiro e Raul José também terão sido alvo de agressão.

Grupo ainda está na Academia de Alcochete

A GNR identificou 20 elementos afetos à claque Juve Leo. Uma pessoa foi detida no local por resistência e coação sob agente de autoridade, confirmou fonte da GNR ao i.

Os adeptos ainda estão nas instalações da Academia, acompanhados pela GNR.

Outros elementos foram detidos entretanto nos arredores do Freeport e terão sido levados para o posto da GNR de Alcochete.

As autoridades confirmaram ao i que dois jogadores foram feridos, bem como o treinador do Sporting, Jorge Jesus. Tratam-se de ferimentos ligeiros, mais precisamente “escoriações e equimoses”. A GNR refere que estas foram as vítimas que foram confirmadas no local, mas não descarta a hipótese de o número vir a aumentar.

A GNR está no local em força, com dezenas de elementos de várias valências, entre elas a unidade de intervenção, o destacamento territorial de Alcochete e o núcleo de investigação criminal de Setúbal.

Além do crime de agressões, estes adeptos poderão ainda responder pelo crime de invasão espaço vedado ao público, dependendo da apresentação de queixa.

Deixe o seu comentário

Siga-nos através das redes sociais

últimas
Notícias Relacionadas
Leia também