Presidente de Federação é treinador em Rio Maior

Publicado por Vítor Santos em 12 de Junho de 2018 | 20:30

Clube de Natação de Rio Maior compactua com ilegalidade por manter ao seu serviço, como treinador, o presidente da Federação Portuguesa de Taekwondo, José Luís Sousa

O presidente da Federação Portuguesa de Taekwondo, José Luís Sousa acumula funções de treinador no Clube de Natação de Rio Maior, função que não pode exercer por incompatibilidade

José Luís Sousa, é o homem que, apesar das denúncias ao mais alto nível, mantêm-se à frente da federação, impune. A sua presidência atravessou já vários governos, diferentes secretários de estado.

Uma teia de cumplicidades que conta com a conivência do Instituto Português do Desporto que acumula na gaveta, queixas de gestão danosa.

A Federação está moribunda, falida. Os atletas têm que pagar todas as despesas para representarem Portugal nas provas internacionais. Mesmo assim, José Luís de Sousa, mantém-se intocável há mais de 10 anos.

No ano transato e num episodio passado em Rio Maior, o Ministério Público (MP) de Santarém deduziu uma acusação contra o presidente da Federação Portuguesa de Taekwondo (FPT), por ameaças e agressões a um delegado da associação de Lisboa da modalidade.

De acordo com a acusação, José Luis Sousa terá dito a Paulo Diniz que se retirasse do Centro de Negócios e Inovação de Rio Maior e que “se deslocasse para a rua porque aí lhe daria umas cabeçadas e uns socos”. Paulo Diniz terá dito “que não iria para a rua” e que denunciaria perante os tribunais “em relação à sua gestão daquela instituição [FPT]”.

Depois disso, José Luis Sousa terá empurrado Paulo Diniz e dito que o iria “apanhar fora dali e dar-lhe dois tiros”.

Recentemente, o Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa condenou José Luís Sousa à perda do mandato, por incompatibilidade de funções.

A ação judicial, passível de recurso, foi movida pela Associação de Taekwondo de Lisboa, que suscitou a incompatibilidade, com base na acumulação de funções de José Luís Sousa como líder federativo e treinador no Clube de Natação de Rio Maior.

A Mtv-notícias tentou junto do Clube de Natação de Rio Maior e outras entidades ligadas ao desporto riomaiorense, saber se o líder federativo continuava (atualmente), como treinador ao serviço do clube.

A opacidade de respostas é digna de uma série policial. O Clube de Natação de Rio Maior “não sabe” (ou não quis responder); a responsável da secção de Tarkwondo, não respondeu.

Deixe o seu comentário

Siga-nos através das redes sociais

últimas
Notícias Relacionadas
Leia também