Repugnante é mentir aos portugueses

Publicado por Vítor Santos em 27 de Março de 2020 | 23:06

Primeiro-ministro critica ministro das Finanças da Holanda. Para António Costa, tudo que seja investigação ou apuramento da verdade, é repugnante

Numa entrevista à TVI, António Costa afirmou: “até agora, não faltou nada. E não é previsível que venha a faltar o que quer que seja”.

No dia seguinte, um seu apoiante que até é diretor do Serviço de Doenças Infecciosas do Hospital Curry Cabral, Fernando Maltez, defendeu a mentira de Costa e afirmou que “até à data” não sentiu falta de qualquer equipamento de proteção individual, nem prevê que tal aconteça a curto prazo?!

Hoje, Filipa Bargado, médica no hospital Curry Cabral, faz um apelo no Facebook para recolha de material para produção de artigos de proteção individual.

“Olá a todos! O meu nome é Filipa Bargado e sou médica no hospital Curry Cabral! Neste vídeo explico a ação que estamos a levar a cabo juntamente com a @mariamodista na produção de cógulas de proteção individual para profissionais de saúde na linha da frente! Para que este projeto seja possível precisamos que nos ajudem na obtenção do material para produção, material esse que consiste em: – Tecido Não tecido (TNT) com gramagem superior a 70gr. – Campos cirúrgicos (apelo especial a dentistas e veterinários) – Elástico 5mm”.

Em plena crise da pandemia da Covid-19, o primeiro-ministro António Costa não poupou palavras para criticar o ministro das Finanças holandês que sugeriu, na última quinta-feira, que a Espanha fosse investigada para perceber porque não tem capacidade orçamental para fazer face à pandemia. Para António Costa a declaração do holandês é “excessiva e repugnante”.

Para o chefe do Governo português, tudo que seja investigação ou apuramento da verdade ou de responsabilidades, é repugnante. Já mentir sistematicamente aos portugueses é eticamente correto e tem dado frutos políticos.

Repugnante, senhor primeiro-ministro, é mentir sistematicamente aos portugueses.

Opinião: Vítor Santos

Deixe o seu comentário

Siga-nos através das redes sociais

últimas
Notícias Relacionadas
Leia também