Rui Rio: Salário de 21 mil euros sem marcar presença

Salário de 21 mil euros anuais de Rui Rio gera controvérsia na Ordem dos Contabilistas Certificados por apenas estar presente em três reuniões entre 2016 e 2017 Rui Rio recebeu 21 mil euros brutos anuais pelo seu cargo de vice-presidente da mesa da assembleia geral da Ordem dos Contabilistas Certificados, noticiou o “Observador” esta quinta-feira. […]

Autor: Vítor Santos | 8 de Março de 2018

Salário de 21 mil euros anuais de Rui Rio gera controvérsia na Ordem dos Contabilistas Certificados por apenas estar presente em três reuniões entre 2016 e 2017


Rui Rio recebeu 21 mil euros brutos anuais pelo seu cargo de vice-presidente da mesa da assembleia geral da Ordem dos Contabilistas Certificados, noticiou o “Observador” esta quinta-feira. Segundo o jornal digital, o caso de Rui Rio tem gerado contestação interna, numa altura em que a OCC está em período de eleições.

Pelo menos desde que deixou o cargo de presidente da Câmara Municipal do Porto, em 2013, Rui Rio recebe 1.500 euros como vice-presidente da mesa da assembleia geral. O adversário de Pedro Santana Lopes à liderança do PSD, recebeu 21 mil euros brutos anuais, apesar de só ter marcado presença em três reuniões da assembleia geral entre 2016 e 2017.

O caso de Rui Rio, economista de formação, é único, se for comparado com outras ordens profissionais, onde não há remuneração para elementos da mesa da assembleia geral. Segundo o Observador a situação tem gerado contestação interna.

O eurodeputado pelo PS Manuel dos Santos, atual presidente da mesa da Assembleia Geral da OCC, também é mencionado. O homem que em junho deste ano ficou conhecido por ter chamado “cigana” à deputada do PS na Assembleia da República Luisa Salgueiro,  recebe dois mil euros brutos mensais da OCC (28 mil euros ilíquidos anuais).

Deixe o seu comentário
Leia também