Santa-Maria: urgência demite-se em bloco

Hospital de Santa Maria: 10 diretores da equipa de urgência apresentam demissão em bloco. Cessam funções a partir do próximo dia 22 de novembro

Hospital Santa Maria
Autor: Horta e Costa | 10 de Novembro de 2021

A administração do Hospital de Santa Maria, em Lisboa, recebeu a demissão em bloco de 10 diretores da equipa de urgência de Cirurgia Geral, que deixam de exercer funções a partir do próximo dia 22 de novembro, avança o ‘Correio da Manhã’ (CM).

A decisão foi comunicada através de uma carta dirigida ao Conselho de Administração do hospital, a que o jornal teve acesso, e na qual os médicos sublinham que o serviço se tem vindo a degradar “nos últimos anos”.

Segundo o mesmo documento, a situação agravou-se “recentemente, pela tomada de posição dos assistentes hospitalares do departamento que recusam ultrapassar, nas atuais condições de trabalho, mais do que as horas extraordinárias consideradas na lei”.

Na carta, enviada também para a Ordem dos Médicos e Sindicato Independente dos Médicos, os diretores dizem ainda que estão solidários com os colegas, adianta o ‘CM’, sublinhando que o documento já foi rececionado pelo Conselho de Administração.

Espera-se que nas próximas horas sejam conhecidos mais esclarecimentos, através de um comunicado que deverá ser emitido por parte do centro hospitalar.