Semana Cultural da Universidade de Coimbra

Uma centena de eventos na 20.ª edição da Semana Cultural da Universidade de Coimbra A 20.ª edição da Semana Cultural da Universidade de Coimbra, que decorre entre 01 de março e 28 de abril, integra cerca de uma centena de eventos, foi hoje anunciado. A iniciativa, que tem, este ano, como tema ‘Oh as casas’, […]

Autor: Mtv notícias | Lusa | 15 de Fevereiro de 2018

Uma centena de eventos na 20.ª edição da Semana Cultural da Universidade de Coimbra


A 20.ª edição da Semana Cultural da Universidade de Coimbra, que decorre entre 01 de março e 28 de abril, integra cerca de uma centena de eventos, foi hoje anunciado.

A iniciativa, que tem, este ano, como tema ‘Oh as casas’, vai percorrer diversos espaços da cidade, designadamente com concertos, espetáculos performativos, debates, visitas guiadas, exposições e conferências, disse hoje a vice-reitora da Universidade de Coimbra (UC) Clara Almeida Santos, na sessão de apresentação do programa.

“Tomámos emprestado a Ruy Belo o verso e título de um poema para tema” da edição da Semana de 2018, que é Ano Europeu do Património Cultural, e é quando acontecem em Coimbra os Jogos Europeus Universitários de 2018, que será “o maior evento polidesportivo de sempre em Portugal”, que remetem, rdespetivamente, para o sentido casa-património (uma universidade é uma casa de conhecimento e no caso da de Coimbra “Património Cultural por excelência reconhecido como sendo da Humanidade”) e casa-corpo (o desporto “faz-nos pensar no corpo também como uma casa: uma mente sã precisa de habitar um corpo são”), disse Clara Almeida Santos, explicando a escolha do tema.

O terceiro sentido de casa que a Semana quer sublinhar na edição deste ano é o de casa-mundo ou “casa comum, como chamou o papa Francisco ao planeta que habitamos”, acrescentou a responsável, sublinhando que “a Terra que herdámos é, também, um património, um legado” que “urge cada vez mais tratar com cuidado e com a consciência do bem precioso que é”.

Embora se prolongue por cerca de quatro semanas, a iniciativa mantém a sua designação pois foi assim que ela começou e alcançou a dimensão e projeção que hoje a notabilizam, referiu a vice-reitora, destacando alguns dos seus eventos, como o concerto de abertura, pela Orquestra Académica da Universidade de Coimbra, na noite de 01 de março, no Teatro Académico de Gil Vicente.

No primeiro dia de março terá também lugar a sessão comemorativa dos 728 anos da UC (durante a qual será entregue o Prémio Universidade de Coimbra 2018 a Rui Vieira Nery, que fará uma conferência subordinada ao título ‘Uma banda sonora para o filme mudo da história: Memórias de um Viandante’) e, entre outras iniciativas, será inaugurada a exposição sobre a Casa dos Melos, “enquanto albergou a Faculdade de Farmácia, entre 1915 e 2009”, para “recordar esse edifício de grande simbolismo nacional e internacional do ensino farmacêutico e manter viva a multissecular memória do ensino farmacêutico e contribuindo para a identidade farmacêutica na UC”.

Deixe o seu comentário