Sporting: uma noite europeia para esquecer

Sporting perde com Ajax por 5-1 em encontro dos Campeões em futebol em Lisboa numa noite europeia para esquecer

Partilhe esta notícia

Autor: Horta e Costa | 16 de Setembro de 2021

O sonho do regresso à Liga dos Campeões virou pesadelo em Alvalade. Numa noite europeia para esquecer, o Sporting mostrou um andamento muito abaixo daquele que se exige na ‘Liga milionária’ e não teve pedalada para o adversário.

O encontro começou, praticamente, com o primeiro golo do Ajax. Pelo lado direito (esquerdo da defesa do Sporting), Antony desmarcou-se, fletiu para dentro, atirou em arco, a bola desviou em Luís Neto, embateu no poste e, na recarga, Haller dava início à sua noite memorável em Alvalade.

Sem saber muito bem o que lhe tinha acontecido, o Sporting não conseguiu reagir. A vantagem no tempo de posse de bola era avassaladora para o Ajax nos minutos iniciais e o 2-0 surgiu aos oito minutos: outra vez pelo mesmo flanco, Vinagre deixou fugir Antony, que assistiu Haller para o segundo. Logo depois, novo contratempo para Rúben Amorim, com Gonçalo Inácio a sair lesionado.

O Sporting até cresceu um pouco a meio do primeiro tempo e marcou. Matheus Nunes desmarcou Paulinho, que rematou rasteiro, por entre o corpo do guarda-redes do Ajax, reduzindo para 2-1. Só que, logo a seguir, o Ajax voltou a marcar, mas uma vez num lance iniciado na direita, por Antony, e desta feita finalizado por Steven Berghuis.

A segunda parte abriu com Sarabia em campo nos ‘leões’ e com Paulinho a fazer os adeptos da casa voltarem a celebrar, com um bonito cabeceamento. Um golo que, se tivesse contado, poderia ter dado novo alento ao Sporting e, quem sabe, mudado o rumo dos acontecimentos. Só que o avançado estava fora de jogo e, logo depois, foi o Ajax que marcou de novo. Trivela de Antony (…na direita) e ‘hat-trick’ de Haller. Foi o ponto final parágrafo na ilusão que o Sporting ainda teria de conseguir algo do jogo. Porro ainda rematou ao poste, mas com o dernorte dos ‘verdes e brancos’ a ser cada vez maior, o Ajax (e Haller) voltariam a marcar, fixando o resultado em 5-1 (em mais um lance que começou na direita do ataque dos de Amesterdão).

Partilhe esta notícia

Leia também