Benefício fiscal para criar emprego

O Governo revelou hoje a intenção de manter mais ano e meio, até dezembro de 2019, os benefícios fiscais de criação de emprego ou de conta poupança-reformados