Vieira recebido com insultos na Luz

Luís Filipe Vieira recebido com insultos na Luz e falou pela primeira vez desde que foi detido: “Nunca roubei o Benfica”, disse

Partilhe esta notícia

Autor: Horta e Costa | 10 de Outubro de 2021

Luís Filipe Vieira esteve esta tarde no Pavilhão n.º 2 da Luz para exercer o direito de voto no ato eleitoral para os órgãos sociais do Benfica.

À chegada, o antigo presidente das ‘águias’ foi recebido com insultos por parte de alguns adeptos que se encontravam no recinto. A PSP teve de ser chamada ao local para intervir e foi reforçada a segurança junto à porta por onde estão a sair os sócios.

Na primeira declaração pública desde que foi detido, no âmbito da operação Cartão Vermelho, o antigo presidente das ‘águias’ deixou uma garantia: “Nunca roubei o Benfica.”

“Para quem esteve no Benfica cerca de 20 anos, acho que criei uma dimensão incalculável para o clube, que ninguém pensa, projetei o Benfica para o Mundo. Ainda não consegui acabar o que pensei. Todos sabem o que passou comigo. A única coisa que quero adiantar a todos os benfiquistas, frontalmente, é que não lesei nem nunca roubei o Benfica”, começou por dizer à BTV, instantes depois de votar nas eleições a que concorrem o seu antigo vice-presidente Rui Costa e o empresário Francisco Benitez.

Vieira, que esteve à frente do Benfica entre 2003 e 2021, falou pela primeira vez desde a sua detenção em julho, no âmbito da Operação Cartão Vermelho, que o levou, alguns dias depois, a renunciar à presidência do clube e da SAD benfiquista.

“Vou até às últimas consequências para recuperar a minha imagem e a da minha família. Foi muito grave o que se passou. Nunca pensei que algo assim acontecesse na minha vida. Sou perseguido, sinto-me uma peça de caça a quem alguém tenta dar um tiro. Não vou permitir. De certeza que decapitaram o Benfica, sei para onde é que ia projetar o Benfica e isso assustou muita gente. A vida vai-se fazendo, com motivação que continuo a ter. Mais tarde, logo saberemos o que fazer”, acrescentou.

“Estarei sempre presente para os benfiquistas. Tive desilusões com pessoas dentro do Benfica depois da prisão, mas são coisas que digo um dia mais tarde. Há uma coisa que irei fazer de certeza: irei falar para a família benfiquista e dizer tudo aquilo que se passou comigo. Tenho lugar para me defender e continuar de cabeça bem erguida. Tive muitas manifestações de benfiquistas e nunca ninguém me agrediu verbalmente na rua, pelo contrário. Tive muitas manifestações de apoio. Sinto-me bem, tenho a consciência tranquila. Nada fiz contra o Benfica, e o que disseram posso garantir que é mentira”, vincou.

Vieira foi um dos quatro detidos no início de julho numa investigação que envolve negócios e financiamentos superiores a 100 milhões de euros, com prejuízos para o Estado, SAD do Benfica e Novo Banco e está indiciado por abuso de confiança, burla qualificada, falsificação de documentos, branqueamento de capitais, fraude fiscal e abuso de informação.

As eleições do Benfica decorrem das 08:00 às 22:00, no Pavilhão n.º 2 do Estádio da Luz, em Lisboa, e em 24 casas do clube de norte a sul do país, sendo que os sócios residentes nos Açores, na Madeira ou no estrangeiro irão votar via ‘online’.

Partilhe esta notícia

Leia também